terça-feira, 25 de agosto de 2009

A massagem

As dores nas costas têm aumentando nos últimos dias.
Dói pra agachar, carregar peso, ficar sentado muito tempo e por aí vai.
Sempre que me queixo ouço a mesma recomendação da minha noiva:
- Vai fazer uma massagem, melhora na hora. Conheço um lugar ótimo!-
Conselho atendido, horário marcado para o sábado, 11:15.
Confesso que na sexta já fui dormir arrependido pensando no trabalho de acordar cedo, no frio que estava fazendo, etc. No fundo queria uma desculpa pra escapar.
No sábado de manhã ameaçei desmarcar o horário duas vezes,mas resolvi pagar pra ver, literalmente. A massagem foi feita em um clube como Pinheiros, Paineiras, por exemplo.
Na recepção, tivemos que justificar nossa entrada.
Minha noiva anunciou com extrema frieza:
-Viemos para a massagem.
- Não fala alto assim! Tem gente olhando!
Senti um olhar de censura do segurança que retrucou:
- Os dois?
Sem que ela visse fiz por trás um sinal para o segurança, apontando para minha noiva como se dissesse por telepatia ao porteiro:
- Que é isso, rapaz! Massagem? Eu, não. Só ela. Vim jogar bola. Sou zagueiro.Média de 32 faltas cometidas por jogo!Um animal!
Sem parte do meu orgulho que ficou na catraca com o segurança fui para uma sala onde me deram uma toalha. Quando virei as costas a moça me perguntou:
- Não vai querer seu amendoim?
Amendoim? Pra quê? Vão me embarcar em vôo da Gol? Posso escolher a barrinha?
- O amendoim não vai deixar sua pressão baixar caso queira fazer sauna depois.
Com minha toalha e meu pacote de amendoim me despedi da minha mulher e fui para uma outra sala, onde tinha uma maca.
Minutos depois chegou a massagista.
Uma pequena e simpática japonesa que se apresentou e me disse:
- Meu nome é Uehara. Vou pegar as coisas e volto já. Pode se preparar. Fique à vontade.
O que ela quis dizer com fique à vontade? Tiro a roupa? E se não for isso? Imagine o susto dela ao me encontrar pelado na maca? Vai chamar o segurança!
Por via das dúvidas permaneci vestido fingindo que estava ocupado demais mexendo no celular.
A massagista, srta. Uehara, voltou e me orientou:
- De cueca, por favor.
A massagem começou pelo braço, altura do cotovelo.
Srta. Uehara apertou um ponto que deve conter toda a tensão do meu corpo.
Se já não estivesse deitado, ajoelharia. Os olhos lacrimejaram. Parecia uma cena daqueles filmes de luta em que o mocinho pressiona com um dedo o ombro do bandido que cai imediatamente.
Quinze minutos depois já estava besuntado por um óleo com cheiro de eucalipto.
Quando Srta. Uehara chegou nas costas eu estava quase dormindo, mas fui acordado quando ela disse:
- Nossa! Está muito tenso. Espere um pouco.
Onde ela foi? Chamar o Sr. Uehara. Uma junta médica? Vão me fotografar para estudos universitários?
Ela voltou com um equipamento que suga o músculo,como um desentupidor. E avisou:
- Vai ficar vermelho por uns dias.
Pensei comigo:
- Que bom. Agora vou parecer uma bala Soft de menta ambulante com manchas vermelhas nas costas. Tudo bem!
Procedimento encerrado. Luzes acesas. Rápida despedida, ainda de cueca.
Na saída, talvez relaxado um pouco demais,esqueci a toalha e meu amendoim.
Não deu pra tomar banho. Fui embora com um forte cheiro de eucalipto.
O suficiente para atrair alguns coalas famintos quando parava no semáforo.
Era tanto óleo que os pés escorregavam dentro do tênis.
Muito stress para um sábado de manhã.
Acho que preciso de uma massagem.
- Alô, srta. Uehara?

4 comentários:

  1. Rafael, eu mesma vou a um lugar (nada parecido com Pinheiros, Paineiras ou algo assim) que tem uma massagista com mãos de ferro e de ouro. Mãos firmes que fazem cada músculo e nervo voltar ao seu devido lugar, sempre que necessário. Dá um toque pra sua noiva. Beleza Fundamental (não ganho um centavo de desconto por isso), Alameda Afonso Schmidt. A massagista (que também é esteticista - faz uma limpeza de pele como nin-guém!) se chama Ana Paula. Tamus aí.

    ResponderExcluir
  2. Vá em frente, Rafa. Não se importe com o que os outros falam. Só tome cuidado para não jogar a toalha e ficar desprevenido.
    Abs
    Haisem Abaki

    ResponderExcluir
  3. Muito boa essa também. Não tem como não levar um susto com esses coalas (?!) aparecendo do nada.

    ResponderExcluir
  4. rafael um cara inteligente igual vc ñ tm mais esses comentarios são muito besta valeu

    ResponderExcluir